Liturgia mozárabe – século VI/VII
Ofício das Completas.
Terceiro hino para sábados e domingos da Quaresma
Tradução: Pe. José Artulino Besen

Criador bondoso da luz, luz infinita:
Luz, da qual resplende o eternamente Santo,
Cristo, que reina com o Espírito Santo,
com o mesmo e único poder.

Dissipa as trevas dessa negra noite
e afugenta, nós te pedimos,
a serpente mentirosa;
Salva-nos, armados com o sinal da Cruz:
com teu sacrossanto Nome.

A que tendo mil nomes
enganou e humilhou com pesada carga,
alegrou-se vencedora;
reconheça agora a derrota
pelo poder do Todo-poderoso.

Pai imortal, Pastor universal,
destrói o inimigo impostor e invejoso;
Dá-nos a luz perene do Santo:
e não temeremos a senda tenebrosa.

Redentor eterno, rei de toda a terra,
compassivo escuta o pranto dos pecadores,
vence, Salvador, o inimigo que espreita
E dá-nos a bem-aventurança eterna.

Dá-nos uma noite calma:
afasta de nós o inimigo hostil:
da Cruz o sinal vença todo pecado;
a ti, ó Cristo, pedimos: fica conosco.

Glória e honra, poder e virtude,
ao Deus eterno e ao unigênito Cristo,
e o mesmo ao Espírito Santo Paráclito;
por sua palavra resplandecem os séculos. Amém.

→ Voltar ao Índice

Compartilhe isso:
 
 

Não há comentários

Seja o primeiro a deixar um comentário.

Post a Comment


 
 
 

Pesquisar neste site

Arquivos