Efrém o Sírio

«Ninguém subiu ao Céu, senão Aquele que desceu do Céu»

«Ninguém subiu ao Céu, senão Aquele que desceu do Céu»

O Pastor de todos desceu, procurou Adão, ovelha perdida, levou-o aos ombros e subiu. Fez de Si mesmo um sacrifício oferecido ao Senhor do rebanho (cf Lc 15,4; Jo 10,11). Bendita seja a sua descida até nós! Ele veio, orvalho e chuva vivificante, a Maria, terra sedenta. O grão de […]

Compartilhe isso:
 
 

«A pia batismal dá-nos a cura»

«A pia batismal dá-nos a cura»

Descei, irmãos, e revesti-vos do Espírito Santo nas águas; uni-vos aos seres espirituais que servem o nosso Deus. Bendito Aquele que instituiu o batismo para o perdão dos filhos de Adão! Esta água é o fogo secreto que ferra a marca em seu rebanho, com os três nomes espirituais que […]

Compartilhe isso:
 
 

«Zacarias voltou para casa. Algum tempo depois, Isabel, sua esposa, concebeu»

«Zacarias voltou para casa. Algum tempo depois, Isabel, sua esposa, concebeu»

O anjo disse-lhe: «A tua súplica foi atendida». Se Zacarias acreditava que a sua oração seria atendida, rezava bem; se não acreditava, rezava mal. Chegara a altura de a sua oração ser atendida; contudo, ele duvidou. Foi portanto justificado que, a partir desse momento, tivesse ficado mudo. Anteriormente, ele rezava […]

Compartilhe isso:
 
 

«Grandes coisas fez em mim o Omnipotente» (Lc 1, 49)

«Grandes coisas fez em mim o Omnipotente» (Lc 1, 49)

Contemplai Maria, bem-amados, vede como Gabriel entrou em sua casa e que, ao ouvi-la perguntar «Como será isso?», o servo do Espírito Santo deu a seguinte resposta: «Nada é impossível a Deus, para Ele tudo é simples». Ela acreditou no que ouvira e disse: «Eis a serva do Senhor». E […]

Compartilhe isso:
 
 

«Os pastores regressaram, glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham ouvido e visto»

«Os pastores regressaram, glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham ouvido e visto»

Vem, Moisés, mostra-nos a sarça do cimo da montanha cujas chamas dançavam no teu rosto (Ex 3,2): é o filho do Altíssimo que apareceu no seio da Virgem Maria e iluminou o mundo com a sua vinda. Glória a Ele da parte de toda a criatura e feliz aquela que […]

Compartilhe isso:
 
 

«Por que motivo é que o vosso Mestre come com os publicanos e os pecadores?»

«Por que motivo é que o vosso Mestre come com os publicanos e os pecadores?»

Nosso Senhor escolheu Mateus, o cobrador de impostos, para encorajar os colegas deste a virem com ele. Viu-os, pecadores que eram, chamou-os e mandou-os sentar junto de Si. Espetáculo admirável: os anjos ficam de pé, trémulos, enquanto os publicanos, sentados, se divertem. Os anjos enchem-se de temor perante a grandeza […]

Compartilhe isso:
 
 

«Eu estou no meio deles»

«Eu estou no meio deles»

Aquele que celebra sozinho no coração do deserto É uma assembleia numerosa. Se dois se unirem para celebrar entre os rochedos, Aí estarão presentes milhões, miríades. Se três se reunirem, Um quarto estará no meio deles. Se forem seis ou sete, Estarão reunidos doze mil milhões. Se se puserem em […]

Compartilhe isso:
 
 

«Um só Deus, um só Senhor, não na unidade de uma só pessoa, mas na trindade de uma só natureza» (do Prefácio)

«Um só Deus, um só Senhor, não na unidade de uma só pessoa, mas na trindade de uma só natureza» (do Prefácio)

Refrão: Bendito seja Aquele que Te envia! Toma como símbolos o sol para o Pai, A luz para o Filho, O calor para o Espírito Santo. Embora sendo um único ser, Percebemos nele uma trindade. Quem poderá compreender o inexplicável? Este único é múltiplo: um é formado por três, E […]

Compartilhe isso:
 
 

«Examinais as Escrituras […]; são elas que dão testemunho de Mim»

«Examinais as Escrituras […]; são elas que dão testemunho de Mim»

A palavra de Deus é uma árvore de vida que estende para ti os seus ramos benéficos; ela é como a rocha aberta no deserto, que se torna para todo o homem, de todos os pontos da Terra, bebida espiritual: «comeram do mesmo alimento espiritual e beberam da mesma bebida […]

Compartilhe isso:
 
 

«Veio ter com Jesus uma grande multidão, por ouvir contar tudo o que Ele fazia»

«Veio ter com Jesus uma grande multidão, por ouvir contar tudo o que Ele fazia»

Ó misericórdias, enviadas e derramadas sobre todos os homens! É em Ti que elas permanecem, Senhor, Tu que, na tua piedade para com os homens, foste ao seu encontro, abrindo-lhes os tesouros das tuas misericórdias pela tua morte. […] Com efeito, o teu ser profundo está escondido aos olhos dos […]

Compartilhe isso:
 
 

«Guardaste o vinho bom até agora»

«Guardaste o vinho bom até agora»

No deserto, Nosso Senhor multiplicou o pão, e em Caná transformou a água em vinho. Habituou assim a boca dos homens ao seu pão e ao seu vinho, até ao momento em que lhes deu o seu corpo e o seu sangue. Fê-los saborear um pão e um vinho transitórios, […]

Compartilhe isso:
 
 

«O Filho do Homem virá na hora em que não o esperareis»

«O Filho do Homem virá na hora em que não o esperareis»

Para impedir qualquer pergunta indiscreta acerca do momento da sua segunda vinda, Jesus declarou: «Essa hora, ninguém a conhece, nem mesmo o Filho» (Mt 24,36); e, noutro momento: «Não vos pertence conhecer os dias e os tempos» (Act 1,7). Escondeu-nos esse conhecimento para que vigiemos, e cada um possa pensar […]

Compartilhe isso:
 
 

«VINDE COMIGO E FAREI DE VÓS PESCADORES DE HOMENS»

«VINDE COMIGO E FAREI DE VÓS PESCADORES DE HOMENS»

Quando vieram a Ele, eram pescadores de peixe, e tornaram-se pescadores de homens, como está dito: «Eis que agora mandarei chamar muitos pescadores e eles os pescarão; depois disso lhes enviarei muitos caçadores, e eles os caçarão em cada monte e colina e nas cavernas dos penhascos» (Jer 16,16). Se […]

Compartilhe isso:
 
 

«O POVO QUE HABITAVA NAS TREVAS VIU APARECER UMA GRANDE LUZ»

«O POVO QUE HABITAVA NAS TREVAS VIU APARECER UMA GRANDE LUZ»

Jesus Cristo, Nosso Senhor, Do seio do Pai veio até nós. Chegou, livrou-nos das trevas E encheu-nos da sua alegre Luz. O dia nasceu para os homens; O poder das trevas foi anulado. Da sua Luz veio para nós uma luz Que iluminou nossos olhos apagados. Ergueu a sua Glória […]

Compartilhe isso:
 
 

«Não me será permitido dispor dos meus bens como entender?»

«Não me será permitido dispor dos meus bens como entender?»

Estes homens estavam prontos para trabalhar, mas ninguém os contratara; eram laboriosos, mas estavam ociosos por falta de trabalho e de patrão. Foi então que uma voz os contratou, que uma palavra os pôs a caminho e, no seu zelo, não combinaram previamente o preço do seu trabalho, como tinham […]

Compartilhe isso:
 
 

“ENTÃO VERÁS…”

“ENTÃO VERÁS…”

Fazei resplandecer, Senhor, o dia luminoso da vossa ciência e dissipai as trevas noturnas da nossa alma, para que seja iluminada e Vos sirva renovada e pura. O nascer do sol assinala aos mortais o começo das suas labutas; adornai, Senhor, a morada da nossa alma, para que nela permaneça […]

Compartilhe isso:
 
 

«O Espírito do Senhor está sobre Mim, porque Me ungiu»

«O Espírito do Senhor está sobre Mim, porque Me ungiu»

Ritual do Batismo e Santo Efrém (c. 306-373), Hino nº3 sobre a Epifania Oração para a unção depois do batismo: «Pelo batismo, Deus todo-poderoso, Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo, libertou-te do pecado e fez-te renascer da água e do Espírito. Fazes agora parte do seu povo; marcou-te com o […]

Compartilhe isso:
 
 

«HINOS SOBRE MARIA»

«HINOS SOBRE MARIA»

«MARIA CONSERVAVA TODAS ESTAS COISAS, PONDERANDO-AS NO SEU CORAÇÃO» (LC 2,19)Hi Com palavras sublimes, Ardendo de amor, Maria embalava-O: «Como me foi dado, a mim, a solitária, Conceber e dar à luz Aquele que é o único e o múltiplo, O mais pequeno e o Maior? Aqui está Ele inteiro, […]

Compartilhe isso:
 
 

«Este é o meu Filho muito amado, no qual pus todo o meu agrado»

«Este é o meu Filho muito amado, no qual pus todo o meu agrado»

Ele levou-os para a montanha para lhes mostrar a glória da sua divindade e lhes dar a conhecer que era o Redentor de Israel, como lhes tinha anunciado pelos seus profetas. […] Eles tinham-no visto comer e beber, fatigar-Se e repousar, acalmar e dormir, sentir pavor até suar gotas de […]

Compartilhe isso:
 
 

«Vigiai porque não sabeis o dia nem a hora»

«Vigiai porque não sabeis o dia nem a hora»

O Senhor disse-nos: «Quanto àquele dia e àquela hora, ninguém o sabe, nem os anjos do Céu, nem o Filho», para impedir qualquer pergunta sobre o momento da Sua segunda vinda: «Não vos compete saber os tempos nem os momentos» (Mt 24,36; Act 1,7). No-lo escondeu para que estivéssemos vigilantes […]

Compartilhe isso:
 
 
 
 
 

Pesquisar neste site

Arquivos