Portal Ecclesia
A Igreja Ortodoxa Atualizações e notícias Seleção de textos Subsidios homiléticos para Domingos e Grandes Festas Calendário litúrgico bizantino Galeria de Fotos Seleção de ícones bizantinos Clique aqui para enviar-nos seu pedido de oração Links relacionados Clique para deixar sua mensagem em nosso livro de visitas Contate-nos
 
 
Biblioteca Ecclesia
 
 
   

Um Monge da Igreja do Oriente

AMOR SEM LIMITES

Tradução para o português:
Pe. André Sperandio

9. O Deus Vivente

Senhor-amor, se te chamo amor, se descubro em ti o amor sem limites, não quero com isso deificar um "sentimento".

O amor sem limites não é um sentimento de amor, um sentimento humano e subjetivo.

Meu amor, Tu não és um atributo metafísico; Tu não és uma experiência psicológica; Tu não és um imperativo moral; Tu não és uma entidade impessoal; a sombra que passa, a imagem que empalidece.

Meu amor sem limites, Tu és o vivente supremo, o Deus vivente. Vou a Ti como ao primeiro amante. Vou a Ti como ao amante apaixonado (um amante apaixonado que não pode sofrer nenhuma paixão, mas que carrega dentro de si, ao máximo, o impulso apaixonado ativo). Vou a Ti como ao amante de quem flui todo amor.

Meu bem-amado vem a mim. E porque vem a mim, eu posso ir até ele. Eu ouço o ruído de seus passos, Escuto sua voz. Ele vem para sempre.

 

Voltar à página anterior Topo da página
NEWSIgreja Ortodoxa • Patriarcado Ecumênico • ArquidioceseBiblioteca • Sinaxe • Calendário Litúrgico
Galeria de Fotos
• IconostaseLinks • Synaxarion • Sophia • Oratório • Livro de Visitas