Portal Ecclesia
A Igreja Ortodoxa Atualizações e notícias Seleção de textos Subsidios homiléticos para Domingos e Grandes Festas Calendário litúrgico bizantino Galeria de Fotos Seleção de ícones bizantinos Clique aqui para enviar-nos seu pedido de oração Links relacionados Clique para deixar sua mensagem em nosso livro de visitas Contate-nos
 
 
Biblioteca Ecclesia
 
 
   

Um Monge da Igreja do Oriente

AMOR SEM LIMITES

Tradução para o português:
Pe. André Sperandio

12. A porta da esperança

Amigo meu, na medida em que pronuncias estas palavras: "Amor sem limites", na medida em que dás à esta realidade suprema um lugar em teu coração, abres uma porta, a porta que faz entrar no reino da liberdade e da luz.

É a porta da esperança, o dintel (viga, madeiro) da extensão de teu ser.

Esperança: espera o que está por vir. Espera carregada de amor, fundada no amor. Pois não sei espera mais que o que se ama.

Não confunda tuas "esperanças" no plural com a tua "esperança" no singular. tuas esperanças, isto é, as coisas particulares, limitadas, que gostarias de ver realizadas e que freqüentemente não correspondem mais do que a uma vontade egoísta; tal sucesso, por exemplo, ou tal cura. Estas são esperanças, e não a Esperança.

A Esperança: um anseio, um desejo, uma espera que não leva apenas a um objeto particular, mas ao conjunto do teu destino. Não se trata apenas de uma certa porção de uma curva, mas da totalidade desta curva.

Se consideras apenas um fragmento da curva de tua vida, podes ter a impressão de um fracasso, de uma queda. Porém, olha toda a linha de tua vida com uma confiança inspirada pelo amor. O A própria morte, de tão grande importância, não é mais que um momento, um ponto na curva. O amor não morre. Nada que que é amor se perde.

A porta da esperança está aberta diante de ti e ninguém poderá fechá-la. Como se apresenta, de fato, esta porta? É a porta da ocasião que o amor te oferece a cada instante.

Pensa na série de ocasiões fracassadas no curso de tua vida. Às vezes, dizes a ti mesmo: "Se eu tivesse sabido! Se, em tal circunstância, tivesse agido de outra maneira! Se eu pudesse fazê-lo novamente!" Não é possível refazer o que foi feito. Sim, há ocasiões perdidas; não voltarão jamais. Porém, essas ocasiões perdidas não são nada comparadas às que existem agora, em comparação com as que eu te ofereço neste momento.

A porta da ocasião presente, que também é a porta da esperança, está bem diante de ti, bem à tua frente a cada minuto. Isso varia em cada homem. Não fiques sentado à porta esperando por alquém que venha abri-la e imaginando-a fechada. Não tens mais que empurrá-la ligeiramente, e ela se abrirá por completo.

No momento em que passares o umbral, o amor sem limites virá a ti. É Já, de minha parte, algo mais que amor prometido. É amor doado. Mas, neste mundo, enquanto estás nesta vida, podes quebrar este vínculo. Este vínculo ainda é imperfeito. Ainda estamos nos esponsais; há esperança mais do que a posse. Porém, comece a andar com a esperança que tens, com tua jovem, primaveril, tua verde esperança.

Espera em teu Senhor-amor, mesmo quando parecer que serás triturado. O cume da esperança é a espera contra toda esperança.

A esperança é sem limites porque procede do amor sem limites e se abre sobre ele. O Amor sem limites não pôs em teu dedo este anel de esponsal que é a esperança sem limites?

 

Voltar à página anterior Topo da página
NEWSIgreja Ortodoxa • Patriarcado Ecumênico • ArquidioceseBiblioteca • Sinaxe • Calendário Litúrgico
Galeria de Fotos
• IconostaseLinks • Synaxarion • Sophia • Oratório • Livro de Visitas