Se os homens soubessem o que é o amor do Senhor, acorreriam a Cristo em multidão, e todos seriam reconfortados com a Sua graça: a Sua misericórdia é inexprimível.

O Senhor ama o pecador arrependido e aperta-o contra o peito com ternura: «Meu filho, onde estavas? Há muito que te espero.» O Senhor chama a Si todos os homens com a voz do Evangelho, e essa voz ressoa pelo mundo inteiro. «Vinde a Mim, todos vós que sofreis, e encontrareis descanso; vinde e bebei da água viva, vinde e compreendei que vos amo; se não vos amasse, não vos chamaria; mas não posso tolerar que uma só das Minhas ovelhas se perca; mesmo por uma só, o Pastor vai de montanha em montanha procurá-la por todo o lado; vinde a mim, ovelhinhas, fui Eu quem vos criei, Eu amo-vos. Foi o Meu amor por vós que Me fez descer à terra e foi pela vossa salvação que tudo suportei. Oxalá conhecêsseis o Meu amor e pudésseis dizer como os Apóstolos no Tabor: “Senhor, é bom estarmos aqui” (Mt 17,4)».

Assim nos chama o Senhor, sem parar. «Vinde a Mim e encontrareis descanso…», Ele que nos alimenta com o Seu corpo puríssimo e com o Seu sangue, Ele que, cheio de bondade, nos educa pela Sua palavra e pelo Espírito Santo, Ele que nos revelou os Mistérios e vive em nós e nos sacramentos da Igreja, Ele que nos conduzirá aonde veremos a Sua glória.

São Siluane Atonita (1866-1938), monge ortodoxo
Escritos
Fonte: Evangelho Cotidiano


 

Tags: , , ,

 

Não há comentários

Seja o primeiro a deixar um comentário.

Post a Comment


 
 
 

Pesquisar neste site

Web manager