«Não penseis que vim revogar a Lei ou os profetas. Não vim revogá-los, mas levá-los à perfeição» […] Naquele tempo, com efeito, o Senhor exerceu o poder para cumprir na sua pessoa todos os mistérios que a Lei anunciava acerca de Si. Porque, na Paixão, Ele concretizou todas as profecias. Quando, segundo a profecia do bem-aventurado David (Sl 68,22), lhe ofereceram uma esponja embebida em vinagre para acalmar a sede, Ele aceitou-a dizendo: «Tudo está consumado». Depois, inclinando a cabeça, entregou o espírito (Jo 19,30).

Não só Ele realizou pessoalmente tudo o que disse, como também nos confiou os seus mandamentos, para que os puséssemos em prática. Ainda que os Antigos não tenham podido observar os mandamentos mais elementares da Lei (Act 15,10), Ele prescreveu-nos que seguíssemos os mais difíceis, por meio da graça e do poder que vêm da cruz.

Epifânio de Benevento (sécs. V-VI), bispo
Comentário sobre os quatro evangelhos, PLS 3, 852
Fonte:
Evangelho Cotidiano

 

Tags: , , ,

 

Não há comentários

Seja o primeiro a deixar um comentário.

Post a Comment


 
 
 

Pesquisar neste site

Web manager