O Senhor perdoou-me uma quantidade de pecados, e deu-me a conhecer, pelo Espírito Santo, o quanto ama os homens. O céu inteiro se maravilha da encarnação do Senhor: como Ele, o Senhor Supremo, veio salvar-nos, a nós pecadores, e nos deu o repouso eterno, pelo seu sofrimento. A minha alma não quer pensar em nenhuma realidade terrestre, ela é atraída para onde está o Senhor. Doces para o coração são as palavras do Senhor quando o Espírito Santo concede à alma a capacidade de as entender. Quando o Senhor vivia na terra, seguia-o uma grande multidão; durante vários dias esses homens não conseguiam afastar-se d’Ele, mas esquecendo os alimentos da terra, ficavam sedentos de ouvir as Suas doces palavras. A alma ama o Senhor, e aflige-a tudo o que a impede de pensar em Deus. E se, já na terra, a alma saboreia tão intensamente a doçura do Espírito Santo, quanto maior ainda não será a sua satisfação lá no alto! Ó Senhor, com que amor tão grande amaste a Tua criatura! A minha alma não pode esquecer o Teu olhar tranqüilo e doce.

São Siluane (1866-1938), monge ortodoxo,
Escritos Espirituais
Fonte: Evangelho Cotidiano

Compartilhe isso:
 

Tags: , , ,

 

Não há comentários

Seja o primeiro a deixar um comentário.

Post a Comment