Toda a obra contida nos santos livros anuncia por palavras, revela por fatos e estabelece com exemplos a vinda de Jesus Cristo nosso Senhor, que, enviado por seu Pai, Se fez homem, nascendo de uma virgem por ação do Espírito Santo. Com efeito, durante todo o processo da criação, é Ele que, através de prefigurações verdadeiras e manifestas, gera, lava, santifica, escolhe, separa e resgata a Igreja nos patriarcas: pelo sono de Adão, pelo dilúvio de Noé, pela justificação de Abraão, pelo nascimento de Isaac, pela servidão de Jacob. Numa palavra, ao longo dos tempos, o conjunto das profecias, essa realização do plano secreto de Deus, foi-nos dado por benevolência, para conhecimento da sua incarnação futura. […]

Em cada personagem, em cada época, em cada acontecimento, o conjunto das profecias projeta como que num espelho a imagem da sua vinda, da sua pregação, da sua Paixão, da sua ressurreição e da nossa congregação na Igreja. […] A começar por Adão, ponto de partida do nosso conhecimento do gênero humano, encontramos anunciado desde a origem do mundo, em grande número de prefigurações, tudo aquilo que recebeu no Senhor o seu cumprimento total.


Santo Hilário de Poitiers (c. 315-367)
Tratado dos Mistérios, Prefácio
Fonte: Evangelho Cotidiano

 
 

Não há comentários

Seja o primeiro a deixar um comentário.

Post a Comment


 
 
 

Pesquisar neste site

Web manager