A Igreja não existe para estarmos divididos, mas para que as nossas divisões acabem; é esse o sentido da assembleia. Assim, pois, se viemos à eucaristia, não pratiquemos nenhuma ação que contradiga a eucaristia, não façamos sofrer o nosso irmão. Se vindes dar graças pelos bens recebidos, não vos separeis do vosso próximo.

Cristo oferece o seu corpo a todos sem distinção quando diz «Tomai e comei dele todos», e vós fazeis seleção dos que admitis à vossa mesa? […] Estais a fazer memória de Cristo e desdenhais o pobre? […] Se tomais parte neste banquete divino, deveis ser compassivos. Bebestes o sangue de Cristo e não reconheceis o vosso irmão? Ainda que o não tenhais reconhecido até agora, deveis reconhecê-lo a esta mesa. Temos de estar todos na Igreja como numa casa comum, pois formamos um só corpo, temos um mesmo batismo, uma só mesa, uma mesma fonte, e um só Pai (cf Ef 4,5; 1Cor 10,17).

São João Crisóstomo (c. 345-407)
Homilias sobre a 1.ª carta aos Coríntios, n.º 27
Fonte: Evangelizo

 
 

Não há comentários

Seja o primeiro a deixar um comentário.

Post a Comment


 
 
 

Pesquisar neste site

Web manager