A minha alegria é o Senhor,
E o meu impulso é para Ele.
Belo é o meu caminho para o Senhor,
Porque Ele é o meu apoio.
Ele Se me deu a conhecer a Si próprio na Sua simplicidade,
Na Sua generosidade para comigo despiu-Se da Sua grandeza.
Fez-Se semelhante a mim para que eu O recebesse;
Fez-Se semelhante a mim para que eu me revestisse d’Ele.
Não tive medo ao vê-l’O,
Porque Ele é a minha misericórdia.
Ele tomou a minha natureza para que eu o compreenda,
E a minha aparência para que não me afaste d’Ele.
Aquele que dá o conhecimento é o Verbo, a Palavra de conhecimento.
Ele, que criou a sabedoria, é mais sábio que tudo o que criou.
Ele que me criou sabia, antes que eu fosse,
O que eu faria quando existisse.
Devido a isso, teve compaixão na Sua misericórdia
E concedeu-me que reze
E que beneficie do Seu sacrifício.

Sim, Deus é eterno,
É a plenitude dos mundos e é seu Pai.
Ele manifestou-Se aos Seus,
Para que eles reconhecessem quem os criou,
E não julgassem que tinham a sua origem em si mesmos.
Ele abriu caminho ao conhecimento,
Ampliou-o, prolongou-o e conduziu-o à perfeição.
Pôs nele as marcas da Sua luz,
E os Seus vestígios, do início até ao final,
Porque o conhecimento é obra Sua.

Ele depositou todo o Seu amor no Filho.
Devido à Sua salvação, exercerá a Sua omnipotência,
E o Altíssimo será conhecido pelos Seus santos,
Que anunciarão a vinda do Senhor aos que cantam,
Para que estes vão ao Seu encontro
E Lhe cantem na alegria.

Odes de Salomão
(texto cristão hebraico do início do século II) Nº 7

 
 

No comments

Be the first one to leave a comment.

Post a Comment


 
 
 

Pesquisar neste site

Web manager